Pular para o conteúdo principal

Iluminação em Led para Idosos: recomendações importantes!

Olá! A população de pessoas idosas no Brasil e no mundo cresce a cada ano.
E hoje em dia elas ainda trabalham, consomem, namoram e acessam o mundo virtual...
Estão enfim, mais inseridas nas realidades atuais da vida, principalmente nos cuidados com o corpo e a mente. A Codlux® preparou este post super dedicado a aqueles que, mais que merecidamente, devem ter toda a nossa atenção e carinho quando o assunto for iluminação em Led. Leia agora as principais dicas para você ficar atento ao tema. 

ILUMINAÇÃO EM LED PARA IDOSOS
Recomendações importantes!

Uma breve história da longevidade atual 



A população da Terra atingiu em 2018 algo entre 7,5 e 7,6 bilhões de pessoas e, chegará em 2050 a 9,8 bilhões para em seguida, alcançar 11,2 bilhões de habitante em 2100. Deste montante, o número de pessoas com 60 anos ou acima irá mais que dobrar, passando dos 962 milhões hoje para 2,1 bilhões em 2050 e, mais que o triplo em 2100: 3,1 bilhões de humanos em idade avançada. 

Em 2030, o Brasil terá a quinta população mais idosa do mundo. Segundo dados do Ministério da Saúde, o país tinha em 2016 a quinta maior população idosa do mundo e, lá na frente em 2030, o número de idosos ultrapassará o total de crianças entre zero e 14 anos nascidos por aqui. Para o professor Ricardo Alexino Ferreira da USP,

"Apesar de a população estar mais velha, o ideal de juventude ainda habita o imaginário da população atual, que não vê no envelhecimento algo de positivo. E quanto mais a população brasileira envelhece, maior a quantidade de mulheres no grupo: elas já correspondem a 54% da fatia populacional idosa no país. Consequência de uma vida cuidadosa e idas frequentes ao médico".


Há muito tempo, deixou de ser uma realidade frequente ver idosos acima de 60 anos reunidos em praças jogando dominó ou senhoras em casa assistindo a tv e fazendo crochê. Hoje, nossos idosos estão mais que ativos, cuidam da sua saúde, praticam atividades físicas e, contraditoriamente (ainda!) trabalham muito para sustentar não só a si próprios mas também seus filhos e netos. Há inclusive discussões em andamento na Organização Mundial de Saúde (OMS) a uma possível alteração nas idades para que pessoas entre os 55 e 80 anos sejam consideradas de meia-idade e então, somente a partir dos 80 anos elas seriam aí sim tidas como realmente idosas. Atualmente no Brasil uma pessoa é considerada idosa a partir dos 60 anos de idade. Estatísticas no país apontam para uma expectativa de vida média de 78 anos - porém, 11 anos antes o idoso brasileiro já viverá com certa incapacidade, o que significa que muitos deverão chegar realmente aos 67 anos sem a sua independência financeira e sem os cuidados básicos para a idade, acelerando no país um estado de calamidade pública tanto na saúde quanto na Previdência Social. O número de lares que dependem da renda dos aposentados hoje cresceu 12% - pelo menos 10,8 milhões de brasileiros precisam desta renda para viver, fato desencadeado principalmente pelo desemprego sofrido pela população mais jovem. E esse não é um fenômeno exclusivo do Brasil: na Espanha, economistas chegaram a chamar seus idosos de "heróis silenciosos da crise", por bancarem financeiramente filhos e netos desempregados e evitarem, em certa medida, um colapso social. Familiares chegaram a tirar aposentados de asilos para garantir alguma renda.

Fala-se muito atualmente na "Quarta Idade": pessoas vivendo com 100 anos de idade ou mais. E trabalhando! Em 2015, havia cerca de 451.000 centenários vivos no planeta e esse número deve aumentar oito vezes nas próximas três décadas. Mas nem sempre foi assim. Em um período recente, na década de 1960, as pessoas só podiam aproveitar a sua aposentadoria por cerca de cinco anos em média, visto que a idade para se aposentar era de 65 anos (para uma expectativa de vida que girava em torno dos 70 anos). Hoje, isto mudou completamente. E por causa disso, governos do planeta inteiro se debruçam agora sobre planos de reformas previdenciárias para bancar uma conta que agora, não quer fechar mais: vida longa, natalidade diminuindo (poucos jovens trabalhando), muitos idosos se aposentando e cofres públicos cada vez mais vazios. E mesmo assim, aqueles que se aposentam atualmente, ainda continuam na atividade econômica, como nos exemplos abaixo: 


Aos 106 anos, Bill Frankland é provavelmente o mais antigo médico ativo do planeta e ele não demonstra, pelo menos tão cedo, sinais de que pretende descansar.


Anthony Mancinelli, 107 anos, é o barbeiro mais velho do mundo em atividade: trabalha desde 1923, quando tinha 12 anos.

Empresas também "descobriram" os tesouros guardados em uma vida longa: a empresa de cosméticos Pola, que vende produtos estéticos e nutricionais, emprega cerca de 1.500 pessoas - a maioria mulheres em seus 70, 80 e 90 anos. A justificativa: elas muitas vezes construíram fortes bases de clientes ao longo dos anos e, estas equipes mais antigas podem até superar as mais jovens (geralmente sem experiência e de network marketing fraco). Parece que para os centenários de hoje, aposentar-se de fato pode ser algo cada vez mais distante. Dito tudo isto, vamos ao tema: o Led e os Idosos. 

A Iluminação em Led e sua aplicação as pessoas de idade avançada




Em vários posts no Blog já tratamos deste assunto - mesmo que em alguns casos, de uma maneira pulverizada - sempre relacionando saúde, ritmo circadiano, trabalho, estudos etc. Nossa orientação sempre foi a de que, para as pessoas com idade muito avançada, devemos deixar um pouco de lado a premissa do conforto e estética na iluminação em Led de alguns ambientes e focar mais na função e aplicação correta desta Luz para o público idoso. Motivo: a temperatura de cor fria 6.000K por exemplo, deixa-os mais atentos e animados em ambientes muito fechados, evitando acidentes domésticos em casa e ajudando também nas tarefas que eles possam estar realizando como uma atividade econômica. Mas, esta regrinha também tem suas exceções (trataremos mais adiante). 

Destacaremos agora os principais motivos e dicas para especificar no projeto luminotécnico uma boa iluminação em Led as pessoas com idade avançada. 

A degeneração da visão 



“Muitas vezes, a primeira coisa que as pessoas notam quando chegam a uma certa idade é a perda de capacidade de ver a distância”. A observação é de Terry McGowan, diretor de engenharia e tecnologia da Associação Americana de Iluminação (ALA).

“Isso acontece por volta dos 45 anos e é chamado de presbiopia. Aos 60 anos, a maioria das pessoas tem um sistema ótico de 'foco fixo' e precisa de óculos. Depois dos 60 anos, as alterações nos olhos e no sistema visual aceleram de forma que menos luz atinge o olho. Portanto, as pessoas precisam de mais luz para ver detalhes. Como o olho perde a capacidade de se acomodar, seus músculos precisam trabalhar mais. Os olhos se cansam mais rápido, especialmente quando realizam tarefas difíceis, como dirigir à noite ou ler letras pequenas. A solução é tornar a visão mais fácil. Isso significa não apenas ler livros impressos com letras grandes mas sim, ajustar o brilho e configurar uma iluminação especial para áreas de tarefas, além claro de fazer exames oftalmológicos regulares (incluindo retina) para detectar problemas rapidamente”, conclui. 


Envelhecer significa reduzir a nossa visão. Alterações no número de fotorreceptores (bastonetes) na retina, endurecimento ou amarelamento da lente do olho, aumento de flutuadores, diminuição no tamanho da pupila e doenças oculares como catarata e glaucoma reduzem a quantidade de luz que o olho usa na formação da visão e aumenta a sua hiper-sensibilidade ao brilho. O olho também se torna menos sensível ao espectro de luz azul. À medida que envelhecemos, experimentamos uma neuro-degeneração na retina e no núcleo supraquiasmático (NCS). Menos luz alcança a parte de trás dos olhos porque nossas pupilas diminuem de tamanho com o passar do tempo, a lente dentro do olho se torna mais espessa e espalha mais a luz sobre ela, fazendo com que objetos e cores pareçam menos vívidas, pálidas. Olhos envelhecidos tendem a ter as lentes amareladas e, assim, a capacidade de enxergar luz na faixa fria é diminuída. A utilização de luz mais fria, como lâmpadas de Led de 5.000K ou 6.000K, pode ajudar a aumentar a capacidade dos olhos mais velhos distinguirem melhor as cores. Os olhos mais velhos tem também o seu contraste de visão mais fraco com o tempo e, por isso mesmo, além de perderem parte do detalhamento das imagens enviadas ao cérebro, adaptam-se mais lentamente às mudanças no nível de luz dos ambientes - este necessário por exemplo para ajudá-los na sua movimentação segura em torno de áreas como escadas e corredores. 

Ritmo Circadiano



O ciclo claro-escuro de 24 horas é o estímulo externo mais importante para regular o tempo de nosso ritmo circadiano. O núcleo supraquiasmático (NSQ) regula a melatonina e temperatura, produzindo mais deste hormônio à noite - que por sua vez, informa ao nosso corpo quando é chegada a hora de dormirmos. Quando o ritmo circadiano é interrompido (devido à pouca luz ou muita luz em horas erradas durante o dia), a melatonina é produzida em tempos aleatórios, fazendo com que a pessoa tenha períodos de sono interrompidos e causando danos a sua saúde. Muitos lares de idosos e asilos têm níveis de luz fraca, principalmente os com iluminação fluorescente (não adequada para clínicas e residências), que podem causar perturbações nos ritmos circadianos do corpo e levar a efeitos negativos na saúde - a cintilação destas lâmpadas também pode ser muito prejudicial, especialmente para pessoas com tendências ao mal de Alzheimer ou as que sofrem de epilepsia, enxaquecas, catarata ou glaucoma.
Você pode ler mais a respeito do que foi publicado no Blog sobre o Ritmo Circadiano AQUI.

Sono



40 a 70% de pessoas com 65 anos ou mais sofrem distúrbios crônicos de sono. Os idosos já tendem a ir para a cama no início da noite e acordam mais cedo do que os jovens porém, acordam várias vezes durante a noite e têm dificuldade em voltar a adormecer. Ficam então propensos a tirar várias sonecas durante o dia. Pessoas com o mal de Alzheimer tem distúrbios do sono mais frequentes e graves. O sono precário pode causar problemas cardiovasculares, interrupção das funções endócrinas, declínio das funções imunológicas, problemas de estabilidade e cognição deficiente. O fornecimento de luz em Led na temperatura de cor 6.000k no início da noite pode ajudar os idosos a dormirem melhor e ficarem mais alertas durante o dia porque isso os estimulou, atrasando o seu relógio biológico e ritmo circadiano por algumas horas antes de receberem do cérebro a mensagem "Hora de dormir" - vinda do hormônio Melatonina. Outros estudos mostraram que, quando os idosos são expostos a luz branca/azul brilhante de iluminação em Led por pelo menos uma hora toda manhã, durante no mínimo duas semanas, têm uma melhora significativa na eficiência do seu sono, ajudando a reduzir o comportamento agitado, a agressividade gratuita e comunicação em voz alta, além de diminuir a atividade e agitação noturna.
Portanto, a luz em Led na temperatura de cor 6.000K quando bem aplicada, é uma grande aliada na regulação dos períodos de sono das pessoas idosas. 

SAD



A terapia de luz em Led brilhante é um tratamento comum para o S.A.D. (Transtorno Sazonal Afetivo), que geralmente ocorre no Inverno, causando distúrbios de sono no ritmo circadiano, além também de um tipo leve de depressão. Vários estudos mostraram que a terapia com luz em Led é um tratamento positivo para os sintomas depressivos também em pessoas mais velhas. Você pode ler mais a respeito do que foi publicado no Blog sobre o S.A.D. AQUI

Espaço Ambiente



Muitos idosos moram sozinhos ou, ficam a maioria do seu tempo livre sozinhos. É primordial nestes casos um boa iluminação em Led nos ambientes que eles habitam por vários motivos: circulação, segurança, higienização, conforto, afazeres domésticos etc. As luzes noturnas acentuam a sensação dos espaços horizontais e verticais da casa, como por exemplo uma iluminação suave acima de uma porta ou no pé de uma cama. Luminárias que criam muitos efeitos e contrastes - como certos tipos de arandelas em um corredor - podem ser perturbadoras e até mesmo perigosas para pessoas muito idosas. É fundamental fornecer então a elas uma iluminação uniforme e consistente nos quartos e nos corredores. Especialistas em luminotécnica sugerem cerca de 30 lumens por metro quadrado para esses ambientes. Preenchendo com muita luz ambientes importantes como banheiros e acessos estreitos a outros cômodos, a atenção dos idosos se redobra para o que possa estar ao seu redor (um aparador, um tapete, um animal, um brinquedo, um quadro etc). A iluminação natural do lado de fora da residência do idoso também deve ser lembrada e deve ser, por regra, mais brilhante do que a existente dentro da casa; portanto os espaços que o dão acesso a estas áreas externas - um hall de entrada, sacadas cobertas ou varandas por exemplo - devem ser bem mais iluminados, com níveis de luz mais altos para facilitar a transição na diferença de iluminação aos olhos dos mais velhos. Usar iluminação indireta (onde lâmpadas ou diodos de led ficam escondidos) no teto para criar uma fonte de iluminação mais difusa (espalhada por igual) evita o ofuscamento nos olhos dos idosos e impede que o Led aparente ou lâmpadas focais de algumas luminárias afetem diretamente a visão das pessoas mais velhas - o que poderia causar-lhes além de acidentes, uma enorme fadiga ocular. 

Trabalho



Como lemos logo no início da postagem, pessoas idosas hoje em dia também trabalham. E muito!
Os postos de trabalho para pessoas idosas devem estar adaptados a sua real necessidade de maior quantidade de luz no ambiente que para pessoas mais jovens (seja fora ou dentro de casa).
Menos luz chega à retina dos idosos (1/3 a 1/5 em comparação com pessoas mais jovens). Para algumas tarefas, pessoas com 60 anos ou mais precisam cerca de dez vezes mais luz que uma pessoa de 20 anos precisaria por exemplo. O "amarelamento" natural na retina do idoso afeta a sua sensibilidade aos tons de cor azul e violeta, prejudicando a sua atenção e também a retenção da informação a ser absorvida pelo seu cérebro. Mais uma vez, deve-se considerar no estudo luminotécnico aplicado ao local de trabalho para pessoas idosas, uma quantidade de luz em Led no mínimo 30% acima do recomendado para pessoas de até 45. Outra questão importante é o acesso a iluminação no local de trabalho. Interruptores devem estar sempre ao alcance da mão. O uso de lâmpadas de toque como as de alguns abajures e luminárias para leitura também ajudam os idosos a se contorcerem menos para acessar este tipo de iluminação, evitando dores e tornando mais fácil o acendimento. 

Acesso e Controle da Luz



Como já visto aqui, os interruptores de luz devem sempre estar facilmente acessíveis para a segurança e facilidade de uso para o idoso. Os olhos mais velhos são mais sensíveis ao nível de luz. Sensores presença ou de movimento conectados à iluminação em pontos estratégicos como os caminhos para o banheiro são muito indicados pois, os idosos podem precisar de uma certa urgência para dirigirem-se mais rapidamente aos locais onde tomam seus remédios. Já os dimmers tornam possível controlar o nível desejado de luz, ajustando-o às atividades do usuário idoso nos diversos horários do dia. Caso eles não sejam possíveis ou até fiquem economicamente inviáveis de se instalar, optar por interruptores independentes em cada ponto da iluminação é uma boa solução - assim, da mesma forma também diminui-se ou aumenta-se mecanicamente a luz, conforme a real necessidade local.

Acidentes



"Quedas e fraturas aumentam 200% em pessoas com mais de 60 anos e isso pode ser uma complicação vinda da perda de visão relacionada à idade. Há uma perda de sensibilidade ao contraste e uma capacidade reduzida de ver detalhes finos. Portanto, deve-se dar a eles um nível de luz uniforme", afirma Noell-Waggoner - presidente do Centro de Design para uma Sociedade Envelhecida - à Conferência ALA 2012 "Lighting for Senior Living".


Baixos níveis de iluminação podem contribuir para escorregões, tropeções e quedas nos idosos, diminuindo a visibilidade de perigos eminentes como degraus inesperados, tapetes escorregadios ou mudanças súbitas nas superfícies do piso. É especialmente importante fornecer uma iluminação forte nas escadas para evitar escorregões e tropeções, por exemplo: corrimões de apoio nas escadas são auxílios óbvios, mas devem estar visíveis para o usuário e, portanto, com uma iluminação forte. Cair de escadas é muito comum entre idosos, especialmente homens. Quedas de pessoas idosas causam também um número significativo de fraturas no quadril e lesão na cabeça. Luzes de emergência em Led são indispensáveis para pessoas idosas por prevenirem acidentes quando houver quedas súbitas de energia. Elas devem ser posicionadas cerca de 50 cm abaixo do nível do teto. A verificação das suas lâmpadas em Led e também de suas baterias deve ser feita a cada dois meses para garantir que tudo continue funcionando muito bem em caso de urgências sem prévio aviso. 

A exceção da luz amarela


Nas áreas de descanso propriamente ditas como o dormitório de um idoso por exemplo, a regra válida para a iluminação em Led é a mesma para os demais públicos consumidores: deve fazer-se o uso da temperatura de cor 3.000K (branco quente) para que o relaxamento necessário antes do adormecer ocorra mais naturalmente, diferentemente do que aconteceria se a mesma pessoa idosa (ou até outra mais jovem) estivesse tentando fazer isso sob uma luz em Led de temperatura de cor 6.000k (branco frio). A produção do hormônio Melatonina é acelerada com a luz amarela 3000K. Por isso mesmo, devemos evitar o uso continuado da luz amarela 3000K em áreas de serviço e de segurança onde idosos circulem e trabalhem diariamente. Principalmente aqueles indivíduos de idade muito avançada. A segurança deles deve estar sempre em primeiro lugar nestes casos.

Conclusão

Não queremos aqui ser alarmistas citando estes pontos quando o assunto for iluminação em Led para pessoas idosas (apesar de soar isso mesmo) tenha em mente por exemplo que, no caso de um acidente grave a internação em um hospital especializado em fraturas ou pior, numa UTI neurológica, saem infinitamente mais caros do que a implantação de todas estas orientações de iluminação juntas. E, considerando que um bom produto em Led deve durar mais de 10 anos, temos aí uma solução perfeita na ambientação e prevenção de acidentes para pessoas idosas - algo muito necessário para aqueles que precisam de todo o apoio possível para continuarem a aproveitar, com muita qualidade de vida, a sua "Melhor Idade" - inclusive os que estão ao seu redor e que de alguma forma, também se beneficiam até economicamente disso. Não existe nada melhor e mais indicado hoje que o Led para todos nós, dos mais jovens aos mais idosos, quando o assunto for iluminação artificial em ambientes. A Codlux® te ajuda neste processo!

Você pode ler mais a respeito do que foi publicado no Blog sobre Led e Saúde AQUI.

Robson Giro, especial para a Codlux® - Luz em Led 

Fontes: BBC, USP, The Spruce, Dying and Grief, Enlightenment

Codlux® - Luz em Led

Luz é Função. Estamos empenhados nisso.

Baixe o arquivo em PDF desta postagem: 


LEIA TAMBÉM 
Cérebro

O efeito do Led em nosso órgão 
S.A.D.

Saiba o que é o Transtorno Afetivo Sazonal
Led UV-C:

Tudo o que você precisa saber!
Coronavírus

Informações importantes e os produtos Led que já existem para prevenção
Escritório, Home Office e a Iluminação em Led 

A COVID-19 mudará os escritórios para sempre?
As Vantagens da Luz em Led Para a Sua Saúde

A aplicação de equipamentos Led no trato de nosso corpo e bem estar
Led: quando a desinformação vira Fake News!

No ano em que as fake news foram destaque, nem o Led ficou de fora da desinformação. A Codlux® ajudou você a entender melhor todas as mentiras contadas sobre a Iluminação em Led, disseminadas de maneira irresponsável em 2019

Postagens mais visitadas deste blog

Como evitar ERROS GROTESCOS na instalação?

Olá!
Hoje voltaremos a falar sobre Erros de Projetos. Agora mais precisamente, no tocante a instalação de alguns equipamentos especificados, principalmente aqueles que necessitarem de uma Adequação e Desenvolvimento por parte do profissional em luminotécnica quando da correta escolha dos produtos de iluminação artificial com tecnologia Led para o seu projeto !

Via de regra, grande parte das adaptações criadas pelo Light Designer responsável no projeto encomendado vão de encontro a um desejo pessoal do seu cliente. Isto consequentemente acarretará, por exemplo, em equipamentos que não harmonizarão com o desenho original da peça disponível no mercado: formas, cores, potência da luz, meios de fixação/instalação etc, tudo pode ter que ser mudado naquele equipamento "X" devido a uma escolha pessoal do proprietário do imóvel, tendo contudo que manter-se não só a qualidade na iluminação local como também, a garantia do produto. E é aí que a coisa pode começar a pegar: instaladore…

O Batata floresce!

Olá! Dia 17 de Agosto é o Aniversário de nosso amado bairro de Pinheiros aqui na cidade de São Paulo. Preparamos este super post especialmente para você que deseja morar, trabalhar, se divertir ou mesmo conhecer um dos primeiros bairros da segunda maior cidade da América Latina em 2020, onde a população já passa dos 20 milhões e a riqueza gerada, beira a casa dos US$530 bilhões ao ano. E Pinheiros hoje ilustra bem este progresso todo: uma edição da revista Veja São Paulo de Janeiro de 2019 destacava matéria especial sobre um grande empreendimento a ser erguido no Largo da Batata, região do bairro de onde está localizada a Codlux®: o Faria Lima Plaza


O projeto arquitetônico em questão é assinado pelo escritório de arquitetura Kohn Pedersen Fox Associates (KPF) e, tem potencial para se tornar um grande ícone do mercado imobiliário.









A localização, trata-se do último terreno vazio no Largo da Batata: com  9.000 metros quadrados (imagens abaixo) e bem ao lado do metrô Faria Lima (linha 4 …

Trilho Suspenso: Solução simples e sofisticada

Olá!



#AdequaçãoEdesenvolvimentoqual empresa em iluminação oferece isto a todos os seus clientes de maneira incondicional?
Seja em sua casa ou empresa, a Codlux® vai aonde nenhuma outra pode (ou não quer) ir: solução para aquilo que está em sua mente, adaptada as disponibilidades atuais do mercado e sem custos exorbitantes - você simplesmente não tem que pagar a mais por isto.Nosso Atendimento e Pós-venda estão fazendo a diferença para centenas de clientes atendidos, como o do caso deste video, que queria também em seu projeto um simples trilho eletrificado, pousado longe do teto, acima de sua mesa de jantar no terraço mas com sofisticação, sem cabos ou fios aparentes.

O expertise dos profissionais da Codlux® no mercado da iluminação foram fundo: do design a fabricação do produto, passando pelo conhecimento certo dos insumos para encontrar a finalização perfeita, de bom gosto e com muita resistência.

Esta é a Codlux®. Luminotécnica e design acessível a você!


Veja agora a preparação de…